Viver a cultura, cultivar a criatividade.

Sobre nós

A empresa foi fundada em cinco de setembro de 2007 por Roberto Cavallari Filho. A Poiesis atua no mercado de administração, produção e distribuição de conteúdos em texto, imagem e multimídia. A empresa está sediada na cidade de Marília, que fica a 430 km da capital São Paulo. Estamos focados no mercado de publicação de livros impressos e digitais e no mercado de portais online para produtores de conteúdos.

A Poiesis iniciou sua atuação pautada nos seguintes principios: atuar nas grandes áreas educação e cultura, e mais especificamente com o setor editorial e livreiro.

O conceito de nosso negócio está pautado no conceito de livro, conforme Lei Nº 10.753, denominada Lei do Livro.

É o Art. 1º, inciso II, que nos revela o seguinte

“O livro é o meio principal e insubstituível da difusão da cultura e transmissão do conhecimento, do fomento à pesquisa social e científica, da conservação do patrimônio nacional, da transformação e aperfeiçoamento social e da melhoria da qualidade de vida.”

 

Assim atendemos uma necessidade básica a qualquer sociedade, a saber, a transmissão de seu patrimônio cultural pelas gerações; em outras palavras, os genes culturais. Nosso cliente fundamental são os leitores, ávidos pelo conhecimento. Buscamos atender as necessidades de nossos clientes por meio de projetos editoriais e de canais virtuais e físicos de comercialização de produtos culturais.

conselho editorial

O Conselho Editorial da Poiesis conta com a participação de experientes pesquisadores e escritores de sete nacionalidades. Eles se destacam pelas importantes contribuições nos campos da Filosofia, Educação, Psicologia, Sociologia, História, Direito e Ciências em Universidades nas Américas e na Europa.

 

Alexandre Fernandez Vaz (UFSC/Florianópolis, Brasil)

Alonso Bezerra de Carvalho (UNESP/Assis, Brasil)

Bruno Bianco Leal (Procurador Federal/EAGU)

Carlos da Fonseca Brandão (UNESP/Assis, Brasil)

Christian Berner (Université de Lille III/Lille, França)

David T. Hansen (Columbia University, Teachers College/New York, EUA)

Divino José da Silva (UNESP/Presidente Prudente, Brasil)

Dominique Vidal (Université de Lille III/Lille, França)

Eugénia Vilela (Universidade do Porto/cidade do Porto, Portugal)

Fernando Bárcena (Universidad Complutense de Madrid/Madrid, Espanha)

Hélio Rebello Cardoso Junior (UNESP/Assis, Brasil)

James Garrison (Virginia Tech University/Blacksburg, EUA)

José Geraldo A. B. Poker (UNESP/Marília, Brasil)

Larry Hickman (Southern Illinois University/Carbondale, EUA)

Leoni Maria Padilha Henning (UEL/Londrina, Brasil)

Luiz Henrique de Araujo Dutra (UFSC/Florianópolis, Brasil)

Marcus Vinícius da Cunha (USP/Ribeirão Preto, Brasil)

Nel Noddings (Stanford University/San Francisco, EUA)

Pedro Angelo Pagni (UNESP/Marília, Brasil)

Ralph Ings Bannell (PUC/Rio de Janeiro, Brasil)

Rodrigo Pelloso Gelamo (UNESP/Marília, Brasil)

Silvio Donizetti de Oliveira Gallo (UNICAMP/Campinas, Brasil)

Sinésio Ferraz Bueno UNESP/Marília, Brasil)

Tarso Bonilha Mazzotti (UFRJ e Estácio de Sá/Rio de Janeiro, Brasil)

Vera Teresa Valdemarin (UNESP/Araraquara, Brasil)

Walter Omar Kohan (UERJ/Rio de Janeiro, Brasil)

Livros

O segredo das escolhas trágicas da Administração Pública: uma análise crítica da influência do Poder Judiciário nas decisões de Políticas Públicas de Seguridade Social
O segredo das escolhas trágicas da Administração Pública: uma análise crítica da influência do Poder Judiciário nas decisões de Políticas Públicas de Seguridade Social
Categoria:
Catálogo
Preço:
R$39,90
Autor(a):
Tatiana Mesquita Nunes
Assunto:
Direito
Série:
Segredos Jurídicos
Volume:
2
Tipos:
Livro Brochura, eBook
Formato:
ePub/Mobi
Tamanho:
14x21
Páginas:
108
Ano:
2016
ISBN (eBook):
9788561210496
Comprar Amazon:
https://www.amazon.com.br/dp/B01D3VUCXW?tag=poiesedito01-20
Descrição
A temática deste livro é atualíssima. Dois aspectos assumem, neste século XXI, importância cada vez maior. O primeiro diz respeito à evolução dos direitos sociais e à relevância da cidadania em face do Estado. O segundo é a administração dos recursos do Estado para suprir as necessidades geradas pelo atendimento dos direitos sociais e aqueles inerentes à cidadania. O cenário que desponta a nossa frente é muito diverso daquele desenhado até meados do século passado. As obrigações do Estado cresceram e a Administração Pública foi compelida a se adaptar ao novo papel que desempenha na gestão de seus recursos, os quais escassearam consideravelmente em razão da globalização econômica que transfere unidades de produção para locais mais vantajosos do ponto de vista tributário. Perdeu-se o sentido da expressão “nacional” antes usufruído pela indústria, comércio e serviços. Nenhum Estado pode ter como certa a arrecadação gerada por empresas sediadas em seus territórios, uma vez que a sede das corporações multinacionais não mais se confunde com as de suas unidades de produção. Este processo de internacionalização dos meios de produção, geradores de atividade econômica susceptível de tributação, transferiu não somente a empregabilidade de pessoas, mas neutralizou a capacidade de arrecadação de tributos e de contribuições previdenciárias, situação para a qual muitos países, a exemplo do Brasil, não estavam nem se encontram preparados. O livro traz um exame bastante complexo e interessante a respeito do agravamento desse quadro. Mostra como a legislação, notadamente no período posterior à promulgação da Constituição da República em 1988, trouxe, para a sociedade brasileira, diversos novos direitos sociais, para os quais não se empenhou o legislador em criar rubricas orçamentárias próprias. O custeio, por exemplo, da assistência social foi singelamente lançado à conta da previdência social. O custo do atendimento aos desvalidos foi atribuído ao erário público e os recursos foram retirados do montante amealhado para a manutenção do sistema previdenciário, sem que houvesse a contrapartida correspondente com o recolhimento da contribuição desses assistidos à Previdência Social. A ampliação do rol de atendimento do sistema público de saúde. Os gastos com tratamentos médicos ou clínicos de última geração ou o fornecimento de medicamentos, por vezes até em caráter de experimentação farmacológica, em tudo soma para onerar a administração pública. O papel do Poder Judiciário, satisfazendo a pretensão dos indivíduos que a ele se socorrem para obrigar o Estado-Administração a custear essa modalidade de gasto, acaba por agravar o ônus do erário, sem que o Juiz de Direito possa mesurar o alcance prático de sua determinação nas contas públicas. É de se indagar, por conseguinte, em que medida o denominado ativismo judicial serve para realizar o ideal de justo e, de outro lado, em que medida tal prática resulta em inarredável iniquidade. Os escassos recursos do Estado acabam por se pulverizar, sem que possam ser alocados de forma consistente e sistemática em programas sociais planejados criteriosamente. A própria ambição de projetos políticos pessoais, destinados à conquista de eleitores cativos, serve para desgovernar a administração dos recursos públicos, desvirtuados de sua finalidade maior. Remanesce a opção trágica, como anuncia o próprio título da obra, de escolher entre dois ou mais direitos, qual deles será satisfeito pelos recursos disponíveis, os quais são insuficientes para atender a todos. Este dilema e sua dicotomia ontológica é o cerne da análise do tema em todas as suas implicações. As ponderações exaradas pela Doutora Tatiana Mesquita Nunes, em boa hora, nos levam à reflexão sobre a viabilidade dos direitos sociais no futuro imediato e qual será a consequência da negação reiterada ao seu acesso pela população. Qual, enfim, será o destino do Estado como provedor das necessidades sociais ao mesmo tempo em que se vislumbra a instabilidade do modelo econômico tradicional e a crise do sistema de geração de receita para o custeio da administração pública? (Excertos do Prefácio de José Amado de Faria Souza, Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça/SP).
gallery/kindle_e_books
gallery/socrates_stamp
gallery/avatar_estante_virtual
gallery/amazon

Projetos Editoriais

Compromisso

Estante Virtual

Amazon

Projetos editoriais de pequeno, médio e grande porte, com impressão on demand a partir de 50 exemplares e publicações tanto no impresso quanto no digital. 

Temos mais de 100 livros publicados, originais e traduções, de renomados professores e autores do Brasil e do exterior, avançando pesquisas e debates em diversas áreas do conhecimento humano.

Comercialização dos nossos livros digitais pela Amazon, com ampla divulgação e poder de venda para mais de cinquenta países. 

Comercialização dos nossos livros impressos pela livraria Estante Virtual, com ampla divulgação e logística de venda e entrega para todo o território nacional.

Serviços

Viver a cultura, cultivar a criatividade.

CONTRATO EXCLUSIVO DE EDIÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE LIVROS

PREÂMBULO CONTRATUAL

 

O(A) AUTOR(A) é a pessoa física, maior de idade e/ou plenamente capaz, responsável pela criação intelectual da(s) obra(s) literária(s) e detentor(a) dos seus direitos morais, objeto do presente contrato, quem declara que todos seus dados cadastrais preenchidos quando do acesso ao “site” da EDITORA são verdadeiros, podendo responder civil e/ou criminalmente por eventuais danos decorrentes de dados que não correspondem com a verdade.

A EDITORA é a pessoa jurídica POIESIS EDITORA LTDA, com sede na R. 24 de Dezembro, 425, sala 32, 17-500-110, Marília/SP, inscrita no CNPJ/MF sob nº 09.054.220/0001-72, a qual enquadra-se no conceito do Art. 5º, incisos I e IV da Lei nº 10.753/2003.O(s) LIVRO(S) é(são) a(s) obra(s) literária(s) de autoria intelectual do(a) AUTOR(A), objeto do presente CONTRATO, a(s) qual(is) é(são) equiparada(s) à modalidade “livro”, nos termos do caput e incisos do parágrafo único, do artigo 2º, da Lei Federal nº 10.753, de 30 de outubro de 2003, compreendida(s), ainda, como texto derivado de livro ou original, produzido por editor, mediante contrato de edição celebrado com o(a) respectivo(a) AUTOR(A), com a utilização de qualquer suporte, para todos os efeitos legais, inclusive tributários.O uso e adoção do termo “ebook”, “livro eletrônico” ou “livro digital”, para todos os efeitos deste contrato, é apenas elucidativo e conceitual, não ficando obrigadas as partes a se utilizarem deste termo na comercialização do(s) LIVRO(S) e destinadas ao tráfego e transferência do conteúdo literário, visual e de dados, na forma e para as finalidades neste instrumento especificadas.

 

CONTRATO DE EDIÇÃO

 

Pelo presente contrato particular, O(A) AUTOR(A) e de outro lado a EDITORA, têm entre si justo e contratado o presente CONTRATO DE EDIÇÃO E DE AUTORIZAÇÃO PARA DISTRIBUIÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE SUA(S) OBRA(S) LITERÁRIA(S), doravante denominado LIVRO(S).

CLÁUSULA PRIMEIRA – Nos termos e condições do presente contrato o(a) autor(a) cede com exclusividade à EDITORA o direito de editar, publicar, divulgar e comercializar, em todo território mundial, em língua portuguesa, sob a forma livro digital (ebooks), o(s) LIVRO(S) de sua autoria. Também fica estabelecido e compõe o objeto deste instrumento o direito da EDITORA de, a seu exclusivo critério, comercializar e distribuir o(s) LIVRO(S) (ebooks) em sua loja virtual, através do endereço eletrônico registrado como www.poiesiseditora.com.br, bem como em livrarias virtuais parceiras.

PARÁGRAFO PRIMEIRO – A EDITORA fica autorizada a negociar os direitos autorais do(s) LIVRO(S) para outras línguas, devendo comunicar o(a) AUTOR(A) o qual deverá autorizar, em cada caso, as condições negociadas e, na oportunidade de a EDITORA conseguir edições em línguas estrangeiras, esta fará jus a 50% (cinquenta por cento) dos direitos autorais que forem recebidos.

PARÁGRAFO SEGUNDO – A EDITORA também está autorizada a editar, publicar, divulgar, comercializar ou negociar os direitos autorais do(s) LIVROS(S) para edições em outros formatos (impresso, audio-visual, entre outros), devendo comunicar o(a) AUTOR(A), quem deverá autorizar, em cada caso, as condições negociadas e, na oportunidade de a EDITORA negociar outras edições com terceiros esta fará jus a 50% (cinquenta por cento) dos direitos autorais que forem recebidos.

PARÁGRAFO TERCEIRO – O(A) AUTOR(A) não poderá negociar os direitos autorais do(s) LIVRO(S) com terceiros, sem a prévia comunicação e autorização expressa da EDITORA, cabendo à mesma o mesmo percentual de 50% (cinquenta por cento) dos direitos autorais.

CLÁUSULA SEGUNDA – O(A) AUTOR(A) declara e assegura à EDITORA e/ou terceiros que o(s) LIVRO(S) é(são) original(is) e de sua autoria, bem como que está de posse de todos os direitos de publicação, objeto do presente contrato, e não possui nenhum compromisso legal de edição com outra editora.

CLÁUSULA TERCEIRA – O(A) AUTOR(A) autoriza a EDITORA a editar, publicar e comercializar o(s) LIVRO(S) em língua portuguesa e em todo território mundial, em formato digital (ebook), com absoluta exclusividade, obrigando-se por si e por seus sucessores a não contratar outras edições do(s) LIVRO(S) durante a validade e termos deste contrato.

CLÁUSULA QUARTA – O(A) AUTOR(A) entregará à EDITORA uma cópia eletrônica do(s) LIVRO(S), em formato de texto (doc, txt ou “pdf”), mediante “upload” no “site” da EDITORA.

PARÁGRAFO PRIMEIRO – O(A) AUTOR(A) deverá entregar a versão final de cada texto (LIVRO), devidamente revisada, respeitando as normas gramaticais da língua portuguesa, salvo condições de serviços de revisão gramatical e ortográfica negociadas. O(A) AUTOR(A) declara ser responsável pela integridade do conteúdo de cada LIVRO, sua revisão editorial, veracidade e completude, inclusive perante o consumidor final do(s) LIVRO(S) (ebooks).

PARÁGRAFO SEGUNDO – A EDITORA não interferirá na redação, se comprometendo somente em converter o formato eletrônico do(s) LIVRO(S) para quaisquer formatos de leitura de dispositivos eletrônicos, de computador, tablete(s), smartphones e outros (conversão para “ebook”).

CLÁUSULA QUINTA – O(A) AUTOR(A) optará por um dos pacotes de edição disponíveis no “site”: O “pacote completo” ou o “pacote básico” de edição.

PARÁGRAFO PRIMEIRO – No caso de opção pelo “pacote completo” de edição, a EDITORA realizará os serviços de obtenção do e-ISBN, de criação artística da CAPA, sua conversão final para os formatos digitais (ebook), bem como distribuirá e comercializará os ebooks em sua livraria virtual (www.poiesiseditora.com.br), bem como em livrarias de outras empresas com quem a EDITORA possui contrato de distribuição e venda de ebooks. Para este pacote de edição, o(a) AUTOR(A) se compromete a remunerar a EDITORA com o valor mínimo de R$ 575,00 (quinhentos e setenta e cinco reais) para cada LIVRO, além dos valores descritos na cláusula sétima deste instrumento.

PARÁGRAFO SEGUNDO – A remuneração mínima no valor de R$ 575,00 á título de ajuda de custo refere-se às obras básicas com escritos, até 5 vídeos e até 10 imagens. Obras que incluam mais do que 10 imagens e 5 vídeos terão sua remuneração alterada caso à caso.

PARÁGRAFO TERCEIRO – No “pacote básico” de edição, O(A) AUTOR(A) deverá entregar à EDITORA a versão final de cada LIVRO, juntamente com o seu respectivo e-ISBN, bem como com arte gráfica da CAPA, cabendo à EDITORA somente a sua conversão para os formatos digitais (ebooks) e a sua distribuição e comercialização. Neste caso, O(A) AUTOR(A) somente remunerará a EDITORA com os valores descritos na cláusula sétima.

PARÁGRAFO  QUARTO – Cabe exclusivamente à EDITORA, no “pacote completo”, a criação e escolha da CAPA, cuja “arte” é de sua exclusiva propriedade, não podendo ser usada em outras edições pelo(a) AUTOR(A) ou terceiros, sem a sua prévia autorização expressa.

CLÁUSULA SEXTA – A EDITORA detém a exclusividade de distribuição e comercialização do(s) LIVRO(S) nos formatos digitais (ebooks) em território mundial, e nos formatos impressos em território nacional, o qual será disponibilizado para venda direta na livraria digital da EDITORA (www.poiesiseditora.com.br), bem como em outras livrarias físicas e virtuais de empresas parceiras.

PARÁGRAFO PRIMEIRO – Compete ao(à) AUTOR(A) a escolha do “Preço de Edição Digital” (PED) de cada ebook, a ser cobrado do consumidor, reservando o direito da EDITORA de conceder descontos promocionais sempre que entender conveniente, sem prévia consulta ou autorização por parte do(a) AUTOR(A).

PARÁGRAFO SEGUNDO – A EDITORA, igualmente, à seu exclusivo critério, poderá valer-se da exposição de síntese e sumários do(s) LIVRO(S) a ser distribuída ou comercializada por ela no formato digital, com a finalidade de apresentar o resumo do conteúdo do ebook ao consumidor. Tais sínteses e sumários serão elaborados pela própria EDITORA ou pelo(a) AUTOR(A), se assim O(A) AUTOR(A) desejar.

PARÁGRAFO TERCEIRO – A EDITORA se obriga a trabalhar ativamente para a difusão, divulgação e comercialização do(s) ebook(s). Ficará a critério da EDITORA, estabelecer as ações de divulgação, promoção e marketing que entender necessárias à melhor distribuição e comercialização de cada ebook, não estando obrigada, no entanto, a promover especificamente qualquer destas ações e tampouco responsabilizar-se pelo sucesso comercial das ações que adotar ou deixar de adotar, a seu exclusivo critério e segundo suas próprias diretrizes empresariais.

PARÁGRAFO QUARTO – A EDITORA também poderá facultar aos consumidores que opinem livremente acerca da qualidade de cada LIVRO, apresentando suas críticas e opiniões, divulgando tais opiniões juntamente com os respectivos ebooks quando do seu oferecimento ao público consumidor, não se responsabilizando, no entanto, pelos comentários e opiniões atribuídas e divulgadas pelos consumidores relativamente aos LIVROS distribuídos e comercializados em formato digital.

CLÁUSULA SÉTIMA – A EDITORA pagará ao(à) AUTOR(A), a título de direitos autorais, o valor de:

a) 50% (cinquenta por cento) sobre as receitas decorrentes das vendas do(s) LIVRO(s) (eBooks) realizadas diretamente em sua livraria virtual.

b) 25% (vinte e cinco por cento) sobre as receitas recebidas pelas vendas (eBooks) realizadas em outras livrarias virtuais e licitações governamentais e empresariais. A EDITORA esclarece que a diferença de valores ocorre devido aos descontos do PED as comissões pagas às livrarias virtuais parceiras geralmente na margem de 30% sobre o royalty da venda dos livros. No caso de governos e empresas, outros custos como administração de códigos de venda em massa são aplicados contra a EDITORA. A margem remanescente item a) 50% e item b) 45%) será retida pela editora para cobrir seus custos regulares de produção, distribuição, promoção e comercialização dos livros e a título de lucro.

c) 35% (trinta e cinco por cento) sobre as receitas recebidas pelas vendas (outros formatos: impresso, audio-visual, entre outros) realizadas diretamente na Livraria Virtual da EDITORA (www.poiesiseditora.com.br).

d) 10% (dez por cento) sobre as receitas recebidas pelas vendas (outros formatos: impresso, audio-visual, entre outros) decorrentes das vendas em outras Livrarias ou para distribuidoras.

PARÁGRAFO PRIMEIRO – O pagamento dos direitos autorais previstos nesta cláusula se dará da seguinte forma:

a) Para as vendas realizadas diretamente na Livraria Virtual da EDITORA (www.poiesiseditora.com.br), o pagamento será feito mensalmente, todo dia 10 de cada mês subsequente às vendas, mediante depósito em conta bancária do(a) AUTOR(A), descontados os encargos fiscais obrigatórios.

b) Para as receitas decorrentes das vendas em outras Livrarias Virtuais, o pagamento será feito no dia 10 do mês subsequente ao efetivo recebimento pela EDITORA das receitas decorrentes de tais vendas. (A EDITORA esclarece que cada empresa adota um prazo diferenciado para o repasse destas receitas, os quais serão divulgados ao(à) AUTOR(A).

PARÁGRAFO SEGUNDO – Enquanto a Amazon.com obrigar a editora a optar pelo royalty de 35% referente a opção de não exclusividade sobre a comercialização do livro, a editora pagará ao(à) AUTOR(A), a título de direitos autorais, o valor de:

a) 8% (oito por cento) sobre as receitas recebidas pelas vendas globais realizadas na Amazon.com.

PARÁGRAFO TERCEIRO – A Editora retém o direito de acumular o valor dos pagamento dos direitos autorais para o mês ou período subsequente até que o valor devido, descontados os encargos fiscais obrigatórios, seja superior a R$100,00.

CLÁUSULA OITAVA – O prazo deste contrato será de 05 (cinco) anos, a contar da data de disponibilização do(s) LIVRO(S) na livraria digital da EDITORA para a comercialização.

PARÁGRAFO PRIMEIRO – A EDITORA se compromete a disponibilizar o(s) LIVRO(S) na sua livraria virtual dentro do prazo máximo de 60 (sessenta) dias a contar da data do pagamento do valor integral previsto na cláusula quinta e/ou da data do “upload” do(s) LIVRO(S).

CLÁUSULA NONA – Este contrato será automaticamente renovado por períodos iguais ao estabelecido na cláusula anterior, caso nenhuma das partes manifeste à outra o desejo do seu término por escrito, com pelo menos 30 (trinta) dias de antecedência do término do prazo de 05 (cinco) anos acima estabelecido. E não ocorrendo a renovação, não haverá qualquer ônus para EDITORA e AUTOR(A).

CLÁUSULA DÉCIMA – O presente contrato não poderá ser rescindido dentro do prazo acima estabelecido.

CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA – A EDITORA prestará contas ao(a) AUTOR(A) mensalmente acerca da quantidade de livros digitais (e-books) vendidos e das receitas recebidas decorrentes das vendas diretas e por outras livrarias virtuais.

PARÁGRAFO PRIMEIRO – Sem prejuízo do disposto acima, a EDITORA poderá franquear, a seu critério e dependente da disponibilidade de seus sistemas, ao(à) AUTOR(A), uma senha que dê acesso aos controles internos informatizados adotados pela EDITORA relativamente ao(s) seu(s) LIVRO(S).

CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA – O(A) AUTOR(A) reserva-se o direito de fazer revisões ou alterações que entenda necessárias ou convenientes em edições do(s) LIVRO(S) posteriores à original. Porém, a EDITORA cobrará o valor previsto na cláusula quinta, parágrafo primeiro, sempre que tais modificações implicarem na necessidade de novo registro legal do(s) LIVRO(S).

CLÁSULA DÉCIMA TERCEIRA – Toda e qualquer comunicação, notificação ou aviso relativo ao presente contrato dar-se-á prioritariamente por meio eletrônico, mediante comunicações publicadas no “site” da EDITORA ou por meio de envio de e-mail ao endereço eletrônico declarado pelo(a) AUTOR(A) e o endereço editor@poiesiseditora.com.br, da EDITORA.

PARÁGRAFO PRIMEIRO – Quaisquer modificações de endereço eletrônicos da EDITORA ou do(a) AUTOR(A) devem ser comunicadas imediatamente.

CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA – Convencionam as Partes que a relação entre elas, oriunda deste instrumento, é meramente de ordem civil, restringindo-se apenas e tão somente aos termos do Contrato, pelo que não representará este instrumento, a qualquer tempo e em hipótese alguma, vínculo de qualquer natureza entre as mesmas, especialmente os de ordem comercial, trabalhista, previdenciária e/ou societária.

CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA – O aceite eletrônico ao presente contrato, realizado quando do cadastro do(a) AUTOR(A) no “site” da EDITORA implica em presunção de pleno conhecimento de todas as suas cláusulas e aceite integral de todas as obrigações acima estabelecidas, bem como dos “termos e condições gerais de uso” que integram o presente contrato.

CLÁUSULA DÉCIMA SEXTA – As Partes obrigam-se a respeitar o presente Contrato com todas as suas cláusulas e condições, incorrendo a Parte Infratora no pagamento das perdas, danos e lucros cessantes sofridos pela Parte Prejudicada, decorrentes da infração ou descumprimento contratual.

FORO

Fica eleito o foro da cidade de Marília, estado de São Paulo, como primeira opção, e São Paulo capital, como segunda opção, como competentes para dirimir dúvida ou questões oriundas deste contrato. A EDITORA pode optar em desistir deste privilégio de foro.

SE PREFERIR, IMPRIMA O CONTRATO, ASSINE E RECONHEÇA FIRMA, E ENVIE PARA RUA DOM PEDRO, 486, CENTRO, MARÍLIA/SP, CEP 17.500-110.

 

 

 

formulário contratual

Nome completo  
E-mail  
País  
Cidade  
Endereço  
RG  
CPF  
Mensagem  
Anexos  
  

Contatos

Entre em contato sobre nossos livros, comercial, editorial e qualquer outra dúvida ou sugestão que tiver. Responderemos com prazer!

Nome  
E-mail  
Mensagem  
Anexe seu original  

Endereço:

Rua 24 de Dezembro, 425 

sala 32

CEP 17.500-060

Marília, São Paulo

E-mail:

editor@poiesiseditora.com.br

 

Acompanhe a Poiesis Editora nas redes sociais.